Dogmas da Igreja: Jesus Cristo, ainda que homem, é Filho natural de Deus

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Dogmas da Igreja: Jesus Cristo, ainda que homem, é Filho natural de Deus
Dogmas da Igreja: Jesus Cristo, ainda que homem, é Filho natural de Deus
Fonte: SANTUÁRIO APARECIDA

Na Igreja há 43 dogmas, conhecidos como verdades de fé. Juntos estamos percorrendo o caminho que traz os Dogmas sobre Jesus Cristo. Vimos até então:

Jesus Cristo é verdadeiro Deus e Filho de Deus por essênciaJesus possui duas naturezas que não se transformam nem se misturamCada uma das naturezas em Cristo possui uma própria vontade física e uma própria operação física.

Hoje, nossa reflexão é sobre o Dogma Jesus Cristo, ainda que homem, é Filho natural de Deus. Acerca desta afirmação podemos recordar que Jesus é uma das pessoas da Santíssima Trindade, o Filho, do mesmo modo que assumiu a realidade humana no Mistério da Encarnação

Leia MaisVocê sabe as 43 verdades de fé da Igreja Católica?

Jesus é o Filho de Deus, entre eles há uma relação de amor eterna. O Catecismo da Igreja Católica (CIC) nos ensina que o Pai é revelado pelo Filho.

“Jesus revelou que Deus é «Pai» num sentido inédito: não o é somente enquanto Criador: é Pai eternamente em relação ao seu Filho único, o qual, eternamente, só é Filho em relação ao Pai: «Ninguém conhece o Filho senão o Pai, nem ninguém conhece o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar» (Mt 11, 27).”

Nesse sentindo, o CIC nos faz compreender que é por esse motivo que os Apóstolos afirmam que Jesus é o Verbo. Podemos verificar nas Sagradas Escrituras:

“No princípio existia o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus, e o Verbo era Deus. No princípio ele estava junto de Deus.” (Jo 1, 1

“Ele nos libertou do poder das trevas e nos transferiu para o reino de seu Filho amado, no qual temos a redenção, o perdão dos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, primogênito de toda criatura” (Cl 1, 13–15)

“Este Filho, que é o resplendor de sua glória, a imagem de seu ser, sustenta todas as coisas com o poder de sua Palavra; e depois de nos haver purificado de nossos pecados, sentou-se à direita da Majestade no alto dos céus” (Heb 1, 3).

Além disso, a Igreja confessou nos Concílios: de Niceia no ano de 325 e no de Constantinopla em 381, primeiro que o Filho é um só Deus com o Pai e, na sequência, “o Filho unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos, luz da luz. Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado…” (item 242).

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes