Sínodo: em 2024 dar espaço ao encontro e diálogo

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Sínodo: em 2024 dar espaço ao encontro e diálogo
Sínodo: em 2024 dar espaço ao encontro e diálogo
Fonte: VATICANO

Sínodo: em 2024 dar espaço ao encontro e diálogo

A Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 foi imagem de uma Igreja sinodal. Uma multidão que caminhava de mãos dadas, sem preocupações com hierarquias e lugares. Na pluralidade e diversidade é possível abrir espaços de encontro e diálogo em caminho sinodal.

Rui Saraiva – Portugal

Nestes últimos dias para o final do ano, recordo o grande acontecimento de 2023 que juntou em Portugal cerca de 1 milhão e meio de peregrinos da paz e da fraternidade.  

Os participantes na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 chegaram à capital portuguesa pela sua fé em Jesus Cristo e convocados pelo Papa Francisco. Rumaram a Portugal vindos de mais de 180 países. Das suas bandeiras fizeram convites à relação.

Os jovens espalharam a alegria comunicando as suas sensibilidades e tradições nacionais. Com as suas canções, danças, orações, jogos, sorrisos, lágrimas e abraços, semearam a beleza da diferença. Apresentaram-se sedentos de encontro, abertos ao diálogo, disponíveis para partilhar a vida na simplicidade. Nos momentos de oração e celebração revelaram-se capazes de fazer silêncio. Todos pecadores e, por isso mesmo, sementes de esperança.

É este o “santo povo fiel de Deus que caminha na alegria do Evangelho” afirmou o Papa Francisco na Missa de domingo 6 de agosto na JMJ de Lisboa.

Um povo que caminha na alegria do Evangelho

A JMJ viu uma multidão que caminhava de mãos dadas, sem preocupações com hierarquias e lugares. Uma imagem verdadeiramente sinodal.

Precisamente, neste mês de dezembro, a Secretaria Geral do Sínodo publicou indicações sobre os passos a dar pelas várias Conferências Episcopais nos próximos meses até à segunda sessão da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos bispos, que decorrerá em Roma no mês de outubro de 2024. Com uma pergunta orientadora: como ser Igreja sinodal em missão?

O caminho sinodal inaugurado pelo Papa Francisco em 2021 colocou em movimento a Igreja para um profundo processo de discernimento coletivo, promovendo a participação, o encontro, a escuta e o diálogo.

Um processo inédito de escuta das bases chamando todos à participação numa profunda avaliação da presença da Igreja no mundo. Neste ano de 2024 há uma síntese sinodal produzida na primeira sessão de 2023 e que deverá guiar o caminho até outubro.

O Sínodo tem como tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão” e lança questões que revelam as prioridades a discernir: Como podemos ser mais plenamente sinal e instrumento da união com Deus e da unidade do género humano? Como partilhar dons e tarefas ao serviço do Evangelho? Que processos, estruturas e instituições numa Igreja sinodal missionária?

Recordemos que as sínteses nacionais revelaram que na Igreja ainda permanecem obstáculos, em especial estruturas hierárquicas que tendem a favorecer uma cultura clerical.

Não esqueçamos que o Santo Padre, em fevereiro deste ano de 2023, citando o cardeal Henri de Lubac (1896-1991) no seu livro “Meditação sobre a Igreja”, referiu que este autor “dá a entender” que “o clericalismo é a pior coisa que pode acontecer à Igreja”. “Um padre ou um bispo que caia nesta atitude causa um grande dano à Igreja”, afirmou Francisco na ocasião.

Sem medo, abrir espaço à respiração sinodal

O processo sinodal em curso, iniciado pelo Papa Francisco, é uma grande oportunidade pastoral que permite aplicar o Concílio Vaticano II. Partindo sempre da oração e da escuta da Palavra de Deus, o método sinodal coloca-nos em caminho. Um caminho conjunto em abertura pastoral aos irmãos e ao mundo.

Não tenham medo repetiu o Papa Francisco várias vezes na JMJ. Não temos medo. Aqui estamos para refletir sobre o que vimos e sentimos. E a lançar o olhar para o futuro da Igreja que em 2024 aprofundará com mais intensidade as dimensões da comunhão, da participação e da missão. Em diálogo com o mundo.

Na procura de uma respiração sinodal são necessários espaços e momentos para participar, orar, refletir, partilhar e dialogar. Na pluralidade e diversidade é possível abrir espaços de encontro e diálogo em caminho sinodal.

Oiça

Laudetur Iesus Christus

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes