Patton: a Terra Santa não é um campo de batalha, mas uma terra de fraternidade e paz

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Patton: a Terra Santa não é um campo de batalha, mas uma terra de fraternidade e paz
Patton: a Terra Santa não é um campo de batalha, mas uma terra de fraternidade e paz
Fonte: VATICANO

Patton: a Terra Santa não é um campo de batalha, mas uma terra de fraternidade e paz

No dia em que se celebra a Festa do Batismo do Senhor, o Custódio franciscano presidiu a missa às margens do Jordão, em Al Maghtas, onde se encontra o santuário dedicado a São João Batista. Após 57 anos, foi aberta a passagem, antes minada, que conduz à margem do rio.

Roberto Cetera – Al Maghtas

"A poucos metros do local onde Jesus foi batizado e perto de onde sofreu tentações, nos reunimos nesta manhã para rezar e reconfirmar nossa fé e pedir defesa contra as tentações, especialmente aquelas que afligem esta terra: injustiça, violência e guerra." Numa manhã de domingo estranha de verão, o Custódio da Terra Santa, frei Francesco Patton, celebrou a Festa do Batismo de Jesus, presidindo, em Al Maghtas, às margens do Rio Jordão, uma solene Eucaristia, com a presença de centenas de fiéis, apesar das restrições à mobilidade impostas pela guerra em curso em Gaza.

O santuário franciscano dedicado a São João Batista em Al Maghtas
O santuário franciscano dedicado a São João Batista em Al Maghtas

Reaberto o trânsito do santuário de São João ao Jordão

Em sua homilia, frei Patton recordou como as três testemunhas do batismo, água, sangue e Espírito, recordam também a cruz na experiência humana de Jesus. Uma cruz que, no entanto, abre para vida eterna. Durante a cerimônia também foi batizado o pequeno Nicholas João, criança pertencente a uma família cristã de Jerusalém.

Padre Patton batiza um menino de Jerusalém
Padre Patton batiza um menino de Jerusalém

No final da celebração, em meio a uma comoção generalizada, foi aberto um portão para permitir a passagem direta do santuário franciscano dedicado a São João Batista ao pequeno santuário na margem do Jordão, através de uma passagem que, por ter sido minada, permaneceu fechada desde a Guerra dos Seis Dias de 1967.

A reabertura do trânsito para as margens do Jordão
A reabertura do trânsito para as margens do Jordão
DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes