Francisco: a guerra é uma negação da humanidade, rezemos pelo fim dos conflitos

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Francisco: a guerra é uma negação da humanidade, rezemos pelo fim dos conflitos
Francisco: a guerra é uma negação da humanidade, rezemos pelo fim dos conflitos
Fonte: VATICANO

Francisco: a guerra é uma negação da humanidade, rezemos pelo fim dos conflitos

No final da Audiência Geral, o Papa recordou o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto celebrado em 27 de janeiro. Não nos esqueçamos "que a lógica do ódio e da violência nunca pode ser justificada, pois nega a nossa própria humanidade". Francisco convidou a rezar pela paz no Oriente Médio e na Ucrânia, condenando o bombardeio de civis.

Mariangela Jaguraba - Vatican News

Na saudação aos fiéis de língua italiana, no final da Audiência Geral desta quarta-feira (24/01), o Papa Francisco recordou que no próximo sábado (27/01), celebra-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Ouça e compartilhe

Que a memória e a condenação daquele extermínio horrível de milhões de judeus e pessoas de outras religiões, ocorrido na primeira metade do século passado, ajudem todos a não esquecer que a lógica do ódio e da violência nunca pode ser justificada, pois nega a nossa própria humanidade. A própria guerra é uma negação da humanidade: uma negação da humanidade. Não nos cansemos de rezar pela paz, pelo fim dos conflitos, para que se calem as armas e pela ajuda às populações exaustas. Penso no Oriente Médio, na Palestina, em Israel, penso nas notícias inquietadoras que chegam da martirizada Ucrânia, especialmente nos bombardeios que atingiram locais frequentados por civis, semeando morte, destruição e sofrimento. Rezo pelas vítimas e pelos seus entes queridos e imploro a todos, especialmente a quem tem responsabilidade política que proteja a vida humana, pondo fim às guerras. Não nos esqueçamos: a guerra é sempre uma derrota, sempre. Só "vencem", entre aspas, os fabricantes de armas.

A seguir, Francisco recordou que a Igreja celebra, nesta quarta-feira, a memória litúrgica de São Francisco de Sales, Doutor da Igreja, mestre da vida espiritual. Recordemos que tudo "pertence ao amor", disse o Papa.  São Francisco de Sales "ensinou que a perfeição cristã é acessível a cada pessoa, qualquer que seja o seu estado de vida e condição social. Que vocês também possam viver as condições em que se encontram como caminhos de santidade, a serem percorridos com confiança no amor de Deus". "Que os seus ensinamentos espirituais nos ajudem a superar os vícios para alcançar a plenitude do amor divino".

Na saudação aos fiéis de língua espanhola o Papa recordou que se celebra no Hemisfério Norte a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. "Que o Apóstolo Paulo, de quem amanhã recordaremos a Conversão, nos exorte a trabalhar juntos e com generosidade na construção do único e indivisível corpo de Cristo".

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes