Frisina: a música é um meio que Deus usa para tocar os corações

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Frisina: a música é um meio que Deus usa para tocar os corações
Frisina: a música é um meio que Deus usa para tocar os corações
Fonte: VATICANO

Frisina: a música é um meio que Deus usa para tocar os corações

O diretor do coral da Diocese de Roma reflete sobre o valor da beleza em uma época de muitos espetáculos e eventos artísticos. "A arte não é uma exposição, mas uma expressão de Deus e um dom a ser compartilhado".

Eugenio Bonanata e Giovanni Orsenigo - Cidade do Vaticano

Um raio de luz em meio à escuridão e um respiro de ar puro. Para monsenhor Marco Frisina, diretor do coro da diocese de Roma, esse é o significado da música e da arte, que, especialmente durante a época do Natal, estão no centro de inúmeras iniciativas no calendário de quase todo o mundo. "Interpretar ou escrever música não tem nada a ver com vaidade, exibicionismo ou sucesso", afirmou à Telepace: "A música deve ser feita com o coração, porque é um ato de amor". Como os papas do século XX, em particular, repetiram, a arte eleva o espírito e alimenta a esperança, especialmente quando a realidade ao redor se torna particularmente difícil.

O "toque" elevado da música

"A beleza é um dom e uma expressão de Deus e é também uma forma de contemplar o Senhor", diz novamente monsenhor Frisina, lembrando as recentes intervenções do Papa Francisco sobre o tema das canções que devem ser entoadas com o coração para permanecer em sintonia com a mensagem do Natal. "Não há Natal sem música" e também é "bastante estranho", observa, que um mundo que nega tanto a Deus "celebre o Natal". Mas a música dessa época atinge a todos e, de acordo com o compositor, "é como querer voltar a uma alegria perdida e a uma infância esquecida". Eu, acrescenta Frisina, "sou sempre a favor da música no Natal porque, às vezes, o Senhor também pode usá-la para tocar o coração de um descrente, de uma pessoa violenta, de uma pessoa à margem da sociedade ou de uma pessoa amargurada".

Beleza e solidariedade

Uma carícia, portanto, que pode abrir caminhos inesperados também para quem está passando por dificuldades. Afinal, espanto e admiração foram as características distintivas do Concerto com os pobres e para os pobres realizado na Sala Paulo VI em 15 de dezembro passado, conduzido por monsenhor Frisina e Speranza Scappucci. Não é "apenas um gesto externo", explicou, "solidariedade significa participar do sofrimento". Tudo através do compartilhamento de um dom precioso, que gira em torno da beleza. "Fazer música assim", acrescenta o maestro, "significa dar à música seu objetivo mais verdadeiro". O mesmo se aplica ao tradicional concerto de Natal na Basílica de São João de Latrão, agora em sua 39ª edição, que este ano comemorou o 1700º aniversário da dedicação da catedral. "As comemorações do aniversário", ressalta Frisina, "começaram em 9 de novembro de 2023 e terminarão em 9 de novembro de 2024, e isso representa uma espécie de ano preparatório para o Jubileu".

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes