Papa à Ordem de Malta: ligação com o Pontífice não é uma limitação da liberdade

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Papa à Ordem de Malta: ligação com o Pontífice não é uma limitação da liberdade
Papa à Ordem de Malta: ligação com o Pontífice não é uma limitação da liberdade
Fonte: VATICANO

Papa à Ordem de Malta: ligação com o Pontífice não é uma limitação da liberdade

Ao receber no Vaticano os membros da Ordem de Malta, o Santo Padre elogiando o seu trabalho de serviço aos pobres e ressaltou a importância da ação “conjunta” entre os representantes diplomáticos da Ordem e os legados pontifícios: a subordinação à Santa Sé “não é uma limitação da sua liberdade , mas uma proteção"

Manoel Tavares - Cidade do Vaticano

O Santo Padre recebeu em audiência na manhã deste sábado, 27, no Vaticano, os embaixadores da Ordem Soberana Militar Hospitalária de São João de Jerusalém de Rodes e de Malta (Cavaleiros Hospitalários), que durante séculos serviu a Deus e à Igreja, segundo as regras do seu fundador, Beato Geraldo: "Promover a glória de Deus e a santificação dos membros, através do “tuitio fidei e obsequium pauperum"(“defesa da fé e respeito pelos pobres”), ao mesmo tempo.

Em relação ao “respeito pelos pobres”, disse o Papa, os membros da Ordem Soberana têm o costume de chamar seus assistidos de modo muito significativo: “senhores doentes”, na pessoa dos quais servem a Jesus.

Antes da sua paixão, Jesus recebeu, de Maria de Betânia, um ato de "obséquio": uma unção com óleo perfumado precioso. De fato, Cristo acolheu de bom grado este gesto, como um verdadeiro ato de amor, em vista da sua sepultura. Este mesmo obséquio de Maria foi continuado no tempo pelos seus discípulos, que, prestavam homenagem aos pobres, com amor e humildade, sem retórica e ostentação.

Desta forma, explicou Francisco, Cristo uniu a pregação do Evangelho ao serviço aos pobres. Porém, a “defesa da fé e o respeito pelos pobres” jamais devem ser separados. E acrescentou:

Quando nos aproximamos dos últimos, dos doentes e aflitos, recordamos que este é um sinal da compaixão e ternura de Jesus. Por isso, o trabalho de vocês não é apenas humanitário, como algo digno de louvor de outras instituições, mas é um ato religioso, que dá glória a Deus no serviço aos mais frágeis e testemunha a predileção do Senhor por eles”.

Nesta perspectiva, afirmou o Papa, deve ser levada em consideração a atividade diplomática, que a Ordem desenvolve em 113 países e em 37 missões, junto a Organizações internacionais, pois esta é sempre uma das atividades de uma Ordem religiosa, que tem o objetivo de dar testemunho do amor de Deus aos necessitados.

Na verdade, recordou Francisco, não há duas realidades diferentes entre a Soberana Ordem Militar de Malta, organismo internacional, que se dedica às obras de caridade e à assistência social, e o Instituto religioso. A Ordem de vocês é “uma Ordem religiosa, aprovada pela Santa Sé”, que tem o objetivo de assegurar a realização dos seus objetivos e desenvolvimento no mundo".

Daqui, delineia-se a importância desta Ordem religiosa, no contexto internacional, como instrumento de ação apostólica, subordinada à Santa Sé e à obediência ao Papa, Supremo Superior de todos os Institutos religiosos. Por isso, é importante estabelecer uma relação de colaboração fecunda entre o representante diplomático da Ordem e o Legado Pontifício local, em uma ação conjunta para o bem da Igreja e da sociedade.

Neste sentido, o Santo Padre expressou sua satisfação pela terminologia utilizada no âmbito da Ordem, considerada “diplomacia humanitária”, e concluiu:

O Representante Diplomático é portador do carisma da Ordem. Por isso, se sente chamado a desempenhar seu cargo como missão eclesial. A natureza peculiar da sua diplomacia é um testemunho precioso, um sinal eloquente também para outras embaixadas, cuja atividade visa o bem concreto do povo e a alta consideração pelos mais necessitados”.

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes