Papa Francisco aos jovens: nunca percam a conexão com Jesus

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Papa Francisco aos jovens: nunca percam a conexão com Jesus
Papa Francisco aos jovens: nunca percam a conexão com Jesus
Fonte: VATICANO

Papa Francisco aos jovens: nunca percam a conexão com Jesus

O jornal italiano ‘La Stampa’ publicou nesta terça-feira, 22 de janeiro, o texto completo da carta do Papa aos jovens, com o título: "A senha da alegria", na qual Francisco apresenta uma nova versão do "Youcat", o catecismo da Igreja Católica destinado à juventude. O Pontífice aconselha os jovens a se perguntarem como fazia Santo Alberto Hurtado: "O que Cristo faria em meu lugar?"

"O amor é a principal razão da existência da Igreja". É assim que o Papa Francisco inicia sua carta "A senha da alegria", publicada nesta segunda-feira pelo jornal italiano "La Stampa" e destinada aos jovens. O Pontífice esclarece que o amor do qual se refere é aquele que Deus Pai nutre por cada ser humano e que revelou ao mundo por meio de Jesus, mas há também outra forma de amor da qual deseja falar: aquela que nós, como cristãos, nutrimos por Jesus: "Ele é o centro do nosso coração. Como, de fato, não sentir sentimentos de verdadeira afeição por Aquele que nos tornou participantes desse amor, do Pai, do qual é impossível imaginar algo maior", escreve o Papa, "A pessoa que crê é, portanto, sempre alguém apaixonado por Jesus. Assim entendemos a razão pela qual a forma adequada de se tornar cristão é por meio de um encontro".

Ser cristão: encontrar Jesus e se apaixonar por Ele

Segundo Francisco, este é o coração da vida cristã: o encontro com Cristo e apaixonar-se por Ele. "Nós, que já somos adultos na fé, não podemos deixar de falar de Jesus", continua o Pontífice, "não podemos deixar de apresentá-lo e de nos comprometer a torná-lo conhecido por aqueles que ainda não tiveram a oportunidade". Um encontro, portanto, que deve ser proposto aos jovens também através do catecismo: "Esta é a doce alegria da evangelização", explica o Papa, "a alegria de levar ao mundo inteiro o próprio amor por Jesus". "Bem, este belo livro que vocês têm agora em suas mãos nasce precisamente de tal amor; o amor por Jesus que nós, cristãos, carregamos dentro de nós", especifica Francisco. E ao falar da nova versão do Catecismo, um convite: "leiam este livro com confiança. Na verdade, ouso dizer: amem este livro, porque ele é fruto do amor".

Papa Francisco durante a JMJ em Lisboa
Papa Francisco durante a JMJ em Lisboa

Youcat: um livro que fala de todos nós

Francisco também recorda as palavras que Bento XVI escreveu no prefácio da primeira edição do Youcat: "Este livro é cativante porque nos fala de nosso próprio destino e, portanto, diz respeito a cada um de nós", escreveu seu predecessor, "e é por isso que eu lhes peço: estudem o catecismo com paixão e perseverança! Sacrifiquem seu tempo por ele! Estudem-no no silêncio de seu quarto, leiam-no juntos, com os amigos, formem grupos de estudo e se conectem, troquem ideias na Internet. Permaneçam em diálogo sobre sua fé!". Um convite que também Francisco faz questão de fazer, ao lembrar que todos nós precisamos de Jesus:

“Nunca percam a conexão com Ele, caso contrário perderemos a conexão com nossa história pessoal e com a história de toda a humanidade.”

"O que Cristo faria em meu lugar?"

O Papa prossegue sua carta aos jovens revelando um segredo para nunca perder a conexão com Jesus, um segredo já revelado por Santo Alberto Hurtado, um santo originário do Chile que, em todas as situações, quando se deparava com uma decisão a ser tomada ou uma escolha a ser feita, sempre se perguntava: "o que Jesus faria em seu lugar". O convite de Francisco é que os jovens também façam essa experiência, na escola, nas ruas, na universidade ou no trabalho:

“Aqui está a senha para uma vida verdadeiramente viva e alegre, olhar e julgar o que nos acontece e as decisões que somos chamados a tomar com os mesmos olhos, com os mesmos sentimentos, com a mesma postura que Jesus assumiu.”

Transferir para a mente e o coração as atitudes de Jesus

Para isso, Francisco recomenda não só o estudo assíduo do Catecismo, mas também a leitura frequente das páginas do Evangelho e a prática diária da oração, elementos que ajudam a "transferir" para o coração e a mente as atitudes de Jesus, "tornando-nos cada vez mais capazes não só de responder à pergunta "O que Cristo faria no meu lugar?", mas de decidir agir de acordo com essa resposta", ressalta o Pontífice, expressando seu desejo de que os jovens experimentem essa novidade de vida, essa plenitude de vida. Francisco concluiu a carta citando um trecho da exortação apostólica Christus Vivit:

“Nunca se esqueçam: Cristo vive, é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida.”

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes