Presidência da CNBB encontra o Papa: trouxemos a caminhada da Igreja do Brasil

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Presidência da CNBB encontra o Papa: trouxemos a caminhada da Igreja do Brasil
Presidência da CNBB encontra o Papa: trouxemos a caminhada da Igreja do Brasil
Fonte: VATICANO

Presidência da CNBB encontra o Papa: trouxemos a caminhada da Igreja do Brasil

Em entrevista à Rádio Vaticano – Vatican News, dom Jaime falou sobre o encontro com o Papa Francisco, sobre a visita aos Dicastérios, sobre o encontro com a LEV, o novo Missal Romano e enfim, a expectativa para a missão da CNBB para o ano que se inicia.

Rosa Martins – Vatican News

O Papa Francisco recebeu na manhã desta quinta-feira, 11 de janeiro, no Vaticano a presidência da CNBB: Dom Jaime Spengler, OFM (presidente), dom João Justino de Medeiro Silva (1º vice-presidente), dom Paulo Jackson Nóbrega de Souza (2º vice-presidente) e dom Ricardo Hoepers (secretário geral).

Em entrevista à Rádio Vaticano – Vatican News, dom Jaime falou sobre o encontro com o Papa Francisco, sobre a visita da presidência aos Dicastérios, sobre encontro com os responsáveis da Livraria Editora Vatican, LEV, do novo Missal Romano. Enfim, a expectativa para a missão da Conferência Episcopal para o ano que se inicia.

Dom Jaime nos estúdios da Rádio Vaticano
Dom Jaime nos estúdios da Rádio Vaticano

O encontro com Papa Francisco

Entre os nove compromissos que o Santo Padre tinha agendado para a manhã desta quinta-feira, um deles era com a presidência da Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Um encontro que faz parte da tradição da presidência da Conferência Episcopal brasileira, pois anualmente ela é exortada a fazer este momento de fraternidade dialogo e de escuta com o Santo Padre. "Trouxemos ao Papa Francisco elementos que fazem parte da caminhada anual da Conferencia e o Santo Padre, com simplicidade, mas com muita determinação, nos oferece indicações e apresenta as alegrias que ele sente, a partir daquilo que vivemos no processo evangelizador da Igreja no Brasil, mas também aquilo que lhe preocupa e que ele tem uma preocupação particular”, disse dom Jaime.

A formação dos sacerdotes, como a importância do Pio Brasileiro em Roma, onde sacerdotes fazem seus estudos especializados para cooperarem nas diversas instâncias da vida eclesial foi também um assunto apresentado ao Papa. Francisco, por sua vez, pediu à Conferência atenção aos seminários. Recomendou que nenhum seminário tenha menos de 20 seminaristas, em vista da promoção da vida comunitária, que é uma das dimensões do processo formativo, estabelecida seja pela "ratio", seja pelas diretrizes de formação dos presbitérios da Igreja do Brasil.

Visita da presidência da CNBB à Rádio Vaticano
Visita da presidência da CNBB à Rádio Vaticano

Ao caracterizar a Igreja do Brasil como uma Igreja que busca promover a comunhão e a fraternidade foi apresentado ao Papa o texto base da CF 2024 que trata da Fraternidade Social. “Ele ficou muito impressionado seja com a temática, porque é reflexo da Encíclica Fratelli tutti, resgatando e tentando promover a vida comunitária, e nestes tempos que estamos vivendo consequências de um esgarçamento do tecido social, a temática vem de encontro a um caminho de comunidade, reconciliação para a sociedade brasileira”, afirmou.

De acordo com dom Jaime, Francisco conhece muitíssimo bem a Igreja do Brasil e expressa um carinho todo especial pelo país. Dialogar com o Papa sobre ser Igreja no Brasil, afirma, "é muito fácil, porque ele conhece bastante bem, visitava com frequência e participou da Assembleia do episcopado latino-americano em Aparecida onde teve um papel de destaque. Conhece bem até porque estamos inseridos num contexto latino-americano".

Dom Jaime se disse impressionado com a acolhida, o humor e a presença de espírito do Papa. Um Pontífice que se levanta muito cedo e sempre disposto a atender a todos com respeito.

Encontro com a LEV
Encontro com a LEV

Visita aos Dicastérios e à Livraria Editora Vaticana

Durante esses dias em Roma a presidência da CNBB teve vários encontros em vários Dicastérios da Cúria Romana. Encontros que fazem parte "dessa grande visita anual", contou dom Jaime, ressaltando que a acolhida que receberam revela que a "Praedicate Evangelium" está penetrando nos ambientes. “Muita disposição sempre de ouvir com atenção para encontrar elementos onde o Dicastério possa nos ajudar em um ou outro âmbito, nas nossas alegrias e esperanças, desafios e dificuldades”.

Já sobre o encontro com a direção da Livraria Editora Vaticana (LEV), dom Jaime destacou que a sintonia entre as duas instituições são fundamentais para que as grandes orientações do magistério ordinário e os documentos dos diversos Dicastérios da Santa Sé, possam chegar o mais rápido possível ao povo e com uma qualidade que expresse a dignidade e a importância de tais documentos”.

Encontro com o Papa
Encontro com o Papa

A nova versão do Missal Romano

Dom Jaime falou ainda, sobre a nova versão do Missal Romano. Enfatizou que foram 19 anos de um trabalho intenso que merece reconhecimento. Um trabalho que não terminou porque faltam ainda a revisão dos Lecionários, da Liturgia das horas e dos diversos rituais e sacramentais. “Será um trabalho de folego que precisa continuar, porque aquilo que o Missal conserva de mais precioso é a lexis orandi da Igreja e nós rezamos aquilo que cremos. Fazemos votos que essa nova tradução do Missal Romano possa favorecer não só a vida litúrgica de nossas comunidades, mas também a vida comunitária no seu cotidiano.

Perspectivas para a Igreja do Brasil em 2024

Sobre as perspectivas para a Igreja do Brasil no ano que se inicia o presidente da CNBB afirmou que o que se deseja é que o processo de evangelização possa acontecer de uma forma sempre mais vigorosa e intensa. Que Evangelho do crucificado  e ressuscitado possa encontrar sempre mais incisão na vida das pessoas, dos fiéis, na vida social. “E só assim estaremos respondendo ao que o Senhor pede dos seus seguidores: vida, e promoção de vida em abundancia para todos e ao mesmo tempo neste espirito de cooperação, a fim de deixar o nosso mundo, a nossa Igreja ainda melhor para as futuras gerações”.

Ao ser questionado sobre o que diria ao povo brasileiro, dom Jaime recordou o Evangelho de Mateus que convoca cada cristão a ser sal da terra e luz do mundo em vista da transformação social.

Por fim, como presidente do Conselho Episcopal Latinoamericano (CELA), arcebispo de Porto Alegre e presidente da CNBB, está seguro das suas virtudes e fragilidades. É com elas que foi escolhido para estas tarefas na Igreja. “Pelas virtudes e qualidades que os irmãos viram em nós, gratidão e disposição de servir." E ainda o pedido de misericórdia e perdão pelas fragilidades. 

Ouça a entrevista na íntegra:

Ouça e compartilhe
DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes