Santa Sé: ratificado Acordo com a República Democrática de São Tomé e Príncipe

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Santa Sé: ratificado Acordo com a República Democrática de São Tomé e Príncipe
Santa Sé: ratificado Acordo com a República Democrática de São Tomé e Príncipe
Fonte: VATICANO

Santa Sé: ratificado Acordo com a República Democrática de São Tomé e Príncipe

O Acordo, redigido em italiano e português e composto por 28 artigos, entrou em vigor com a troca dos instrumentos de ratificação, estabelecendo o reconhecimento da personalidade jurídica da Igreja católica e das instituições eclesiásticas e definindo o quadro jurídico das relações entre a Igreja e o Estado. O Acordo consolida ainda mais os laços de amizade e cooperação existentes entre as duas partes, salvaguardando a independência e autonomia que lhes são próprias

Ouça e compartilhe

Segunda-feira, 29 de janeiro, no Palácio Apostólico Vaticano, foram trocados os instrumentos de ratificação do Acordo entre a Santa Sé e a República Democrática de São Tomé e Príncipe.

O fato foi anunciado esta terça-feira pela Sala de Imprensa da Santa Sé, especificando que o ato foi realizado, em nome da Santa Sé, por dom Paul Richard Gallagher, Secretário das Relações com os Estados e Organizações Internacionais, e, em nome da República Democrática de São Tomé e Príncipe, por Gareth Haddad do Espírito Santo Guadalupe, ministro das Relações Exteriores, Cooperação e Comunidades.

Participaram da ratificação, da parte da Santa Sé: monsenhor Simon Kassas e monsenhor Carlos Fernando Díaz Paniagua, oficiais da Seção das Relações com os Estados e Organizações Internacionais da Secretaria de Estado; da parte da República de São Tomé e Príncipe, a embaixadora Esterline Gonçalves Genero, ministra plenipotenciária, diretora geral de Política Externa do Ministério das Relações Exteriores, Cooperação e Comunidades da República Democrática de São Tomé e Príncipe.

Promoção do bem comum

O Acordo, redigido em italiano e português e composto por 28 artigos, entrou em vigor com a troca dos instrumentos de ratificação, estabelecendo o reconhecimento da personalidade jurídica da Igreja católica e das instituições eclesiásticas e definindo o quadro jurídico das relações entre a Igreja e o Estado. "O Acordo consolida ainda mais os laços de amizade e cooperação existentes entre as duas partes, que, ao mesmo tempo em que salvaguardam sua independência e autonomia, estão comprometidas em trabalhar juntas para o bem-estar espiritual e material da pessoa humana, bem como para a promoção do bem comum", diz o comunicado.

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes