CPT recebe Prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos por projeto de combate a escravidão

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • CPT recebe Prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos por projeto de combate a escravidão
CPT recebe Prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos por projeto de combate a escravidão
Fonte: CNBB

CPT recebe Prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos por projeto de combate a escravidão

A Comissão Pastoral da Terra Pará, integrada à Campanha Nacional da CPT “De olho aberto para não virar escravo”, foi ganhadora do prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos Pe. Bruno Sechi, na categoria combate ao trabalho análogo à escravidão. A iniciativa premiada foi o projeto Raice – Rede de Ação Integrada para Combater a Escravidão, realizada pela equipe de Tucuruí.

O Raice é desenvolvido nos municípios de Tucuruí e Itupiranga, e alia mobilização comunitária à formação de redes municipais de combate à escravidão compostas por agentes públicos e sociedade civil. Por meio dele, a CPT realiza o acompanhamento de grupos e comunidades vulneráveis ao risco de aliciamento, apoiando o fortalecimento dos vínculos comunitários e familiares e a construção de alternativas coletivas de produção e de acesso a trabalho e terra, visando à vida digna e ao bem viver. O Raice também é desenvolvido nos Estados do Maranhão e no Tocantins.

“Este prêmio não é apenas da CPT, ele é todos aqueles/as que acreditam que a mudança só é possível quando abraçamos com “paixão, seriedade e determinação uma causa”. No livro, Apaixonado por justiça, que conta algumas das histórias e sonhos de frei Henri Burin des Roziers, ele partilha conosco alguns desses sonhos. “Eu sonho que os trabalhadores rurais que sofrem nas grandes explorações madeireiras, desmatando e clareando, perdidos no meio da floresta amazônica, sejam tratados como seres humanos e não como escravos […].”

“A CPT não é caneca e nem água, é a vontade de beber”. Nesta vontade de beber por direitos, queremos neste dia, rendermos nossa gratidão aos parceiros nessa trajetória de combate a escravidão”, destaca Francisco Alan, membro da coordenação colegiada da CPT-PA.

Durante a premiação estiveram presentes outros integrantes que compõem a RAICE do município de Itupiranga, como a Secretária de Assistência Social e a diretoria de proteção Social Básica, além da representação do grupo de mulheres “fazendo arte” acompanhado pela RAICE na região.

O Prêmio Amatra 8 de Direitos Humanos – Padre Bruno Sechi – Edição 2023 premia pessoas, coletivos e iniciativas cujas ações se destaquem em razão da promoção e defesa dos direitos humanos nas relações de trabalho, no Estado do Pará.

DomSegTerQuaQuiSexSab
30
1
2
3456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes