Dia Internacional da Educação dedicado ao combate ao discurso de ódio

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Dia Internacional da Educação dedicado ao combate ao discurso de ódio
Dia Internacional da Educação dedicado ao combate ao discurso de ódio
Fonte: VATICANO

Dia Internacional da Educação dedicado ao combate ao discurso de ódio

Segundo a A UNESCO, o discurso de ódio alimenta o preconceito e a discriminação e pode permitir e normalizar a violência. A sua recente escalada global, amplificada pelo uso das redes sociais e exacerbada por crises novas e prolongadas em diferentes regiões, tem um impacto grave na segurança e proteção das comunidades em todo o mundo.

Este ano, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) dedica o Dia Internacional da Educação, 24 de janeiro, ao papel crucial que a educação e os professores desempenham no combate ao discurso de ódio, um fenômeno que cresceu como uma bola de neve nos últimos anos com a utilização das redes sociais, prejudicando o tecido das nossas sociedades.

O discurso de ódio alimenta o preconceito e a discriminação e pode permitir e normalizar a violência. A sua recente escalada global, amplificada pelo uso das redes sociais e exacerbada por crises novas e prolongadas em diferentes regiões, tem um impacto grave na segurança e proteção das comunidades em todo o mundo. Neste dia, a UNESCO insta os seus estados membros a priorizarem a educação como uma ferramenta para promover sociedades que valorizem a dignidade humana e a paz.

“A propagação acelerada do discurso de ódio é uma ameaça para todas as comunidades. A nossa melhor defesa é a educação, que deve estar no centro de todos os esforços de paz. É nosso dever coletivo capacitar alunos de todas as idades para desconstruir o discurso de ódio e lançar as bases para sociedades inclusivas, democráticas e que respeitem os direitos humanos. Para ter sucesso, precisamos formar e apoiar melhor os professores que estão na linha da frente na superação deste fenômeno”, afirma a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay.

No dia 24 de janeiro, a UNESCO organizará um dia de formação on-line para milhares de professores de todo o mundo sobre a desconstrução do discurso de ódio, que lhes dará as ferramentas para melhor identificar, enfrentar e prevenir incidentes de discurso de ódio. Esta formação faz parte da ação da UNESCO para ajudar os seus Estados-Membros e os profissionais da educação a abordar o discurso de ódio através da educação.

No mesmo dia, na sede das Nações Unidas em Nova Iorque, a UNESCO reunirá ministros, líderes educativos e educadores de todo o mundo para discutir o papel central da educação na consecução de uma paz global sustentável. Em novembro de 2023, os 194 Estados-Membros da UNESCO adotaram uma nova recomendação que estabelece um quadro global nesta área.

Explosão recente de discurso de ódio

Mensagens de ódio e teorias de conspiração que visam comunidades específicas e as transformam em bodes expiatórios têm sido cada vez mais amplificadas nas redes sociais e outras plataformas on-line. Uma enquete recente da UNESCO/IPSOS realizada em 16 países revelou que 67% dos usuários da Internet relataram ter encontrado discurso de ódio on-line e que 85% estavam preocupados com o impacto e a influência da desinformação nos seus concidadãos, vendo-a como uma ameaça real que pode desestabilizar as sociedades.

Após o ataque terrorista do Hamas de 7 de outubro de 2023 contra civis israelenses, a Liga Anti-Difamação constatou um aumento de 337% de episódios antissemitas nos EUA, um aumento de 320% na Alemanha, um aumento de 961% no Brasil em comparação ao ano anterior; e um aumento de 818% em relação aos últimos 3 anos na Holanda. O Instituto para o Diálogo Estratégico (ISD), com sede no Reino Unido, também constatou um aumento de 43 vezes no volume de discursos anti-muçulmanos no YouTube, comparando os quatro dias antes e depois do ataque.

​Novo instrumento de definição de padrões sobre educação para uma paz duradoura

A educação oferece múltiplas oportunidades para abordar as causas profundas do discurso de ódio e conscientizar os alunos de todas as idades para as suas formas e consequências on-line e off-line. Isto inclui dotar os alunos de competências para reconhecer e responder ao ódio e à injustiça, prepará-los para respeitar o valor da diversidade e dos direitos humanos e ensiná-los a reconhecer a diferença entre discurso de ódio e liberdade de expressão.

A Conferência Geral da UNESCO reviu recentemente a sua Recomendação sobre Educação para a Paz, os Direitos Humanos e o Desenvolvimento Sustentável com este objetivo. É o único instrumento global de definição de padrões que define como a educação pode trazer uma paz duradoura e promover o desenvolvimento humano. Este instrumento moldará os sistemas e as políticas educativas nas próximas décadas, desde leis e políticas até ao desenvolvimento de currículos, práticas de ensino, ambientes de aprendizagem e avaliações.

Em 2023, a UNESCO publicou o guia “Abordar o discurso de ódio através da educação” para ajudar quem toma decisões a fortalecer as suas políticas públicas nesta área. A Organização está também intensificando os seus esforços para promover diretrizes contra o racismo e abordar o racismo nos livros didáticos, bem como uma iniciativa global para combater o antissemitismo na e através da educação.

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes