Vigário da Custódia da Terra Santa, Padre Faltas: "40 mil órfãos em Gaza"

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Vigário da Custódia da Terra Santa, Padre Faltas: "40 mil órfãos em Gaza"
Vigário da Custódia da Terra Santa, Padre Faltas: "40 mil órfãos em Gaza"
Fonte: VATICANO

Vigário da Custódia da Terra Santa, Padre Faltas: "40 mil órfãos em Gaza"

"Agradeço particularmente ao Papa Francisco por sua proximidade afetuosa com a Terra Santa e peço que seus apelos em favor da verdadeira paz sejam ouvidos". "Os cristãos na Terra Santa são construtores da paz, são aqueles que, apesar das dificuldades, tentam ser o cimento entre os tijolos e continuam construindo mesmo quando seu trabalho é destruído pela guerra. Não percamos a esperança e continuemos a construir uma paz forte, firme e duradoura. Feliz Ano Novo para todos", deseja o Pe. Faltas

Ouça e compartilhe

"Ninguém comemorou a chegada do Ano Novo, mas o céu se iluminou com a luz de novos mísseis. Até o momento, houve 30.000 mortos, 60.000 feridos e cerca de 10.000 pessoas ainda estão sob os escombros. 40.000 crianças ficaram órfãs por causa dessa guerra: parecia um número demasiadamente alto, mas as famílias palestinas têm muitos filhos e é um número realista porque muitas mães morreram".

É assim que o padre Ibrahim Faltas relata a noite de 31 de dezembro em Gaza. Em uma declaração feita à agência Sir, o frade, vigário da Custódia da Terra Santa, lembra que na Faixa de Gaza "70% das casas foram destruídas. Um milhão e meio de pessoas em Gaza não têm mais casa e nada para viver. Tudo está faltando na Faixa: comida, água, remédios, eletricidade".

Um sofrimento que parece não ter fim

O religioso franciscano admite sentir "a impossibilidade de fazer algo concreto por essas pobres pessoas e dói muito ver que os feridos não podem ser socorridos e os corpos dos mortos são deixados nas ruas a se decomporem sem um enterro digno. As vítimas são crianças, mulheres, idosos e pessoas deficientes que não têm armas em suas mãos".

"O que vemos - explica o padre Faltas - é uma guerra que mata sobretudo os indefesos, aqueles que não podem se defender. Os civis são mortos e feridos, aqueles que não têm culpa. Esta não é uma guerra entre soldados armados de ambos os lados. As vítimas são crianças, mulheres, idosos e pessoas deficientes que não têm armas em suas mãos. Essa é a realidade. Um sofrimento que parece não ter fim, e onde o ódio e a vingança estão presentes entre as pessoas".

É chegada a hora de dizer basta

Em sua reflexão, o vigário da Custódia amplia seu olhar para incluir os refugiados cristãos de Gaza nas igrejas greco-ortodoxas e latinas, mas "muitos", lembra ele, "foram mortos até mesmo nesses lugares sagrados. Eles estão tentando sobreviver, mas estão em péssimas condições". O mesmo acontece com os cristãos na Cisjordânia, em Jerusalém e em Israel.

"Em Belém, em particular, eles vivem fechados, sem a possibilidade de entrar e sair e privados de muitos recursos. Chegou a hora de dizer basta de sangue, basta de guerra, basta a todo tipo de destruição", declara o padre Faltas, que lança um apelo "à esperança. Que a violência destrutiva seja interrompida, que o ódio que divide seja derrotado".

Agradecimento ao Papa Francisco

"Neste dia 1º de janeiro, quando o mundo inteiro reza pela paz, agradeço particularmente ao Papa Francisco por sua proximidade afetuosa com a Terra Santa e peço que seus apelos em favor da verdadeira paz sejam ouvidos".

"Os cristãos na Terra Santa – conclui o religioso franciscano - são construtores da paz, são aqueles que, apesar das dificuldades, tentam ser o cimento entre os tijolos e continuam construindo mesmo quando seu trabalho é destruído pela guerra. Não percamos a esperança e continuemos a construir uma paz forte, firme e duradoura. Feliz Ano Novo para todos e paz e bem de Jerusalém".

(com Sir)

DomSegTerQuaQuiSexSab
30
1
2
3456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4