Liturgia do dia 04 de Junho de 2024 Terça-feira 9ª Semana do Tempo Comum, Ano Par (II)

04 de Junho de 2024 | Cor verde

  • A+
  • A-


Primeira Leitura

Leitura da Segunda Carta de São Pedro 3,12-15a.17-18

 

Caríssimos, 12 Esperais com anseio a vinda do Dia de Deus, quando os céus em chama se vão derreter, e os elementos, consumidos pelo fogo, se fundirão? 13 O que nós esperamos, de acordo com a sua promessa, são novos céus e uma nova terra, onde habitará a justiça.

14 Caríssimos, vivendo nesta esperança, esforçai-vos para que ele vos encontre numa vida pura e sem mancha e em paz.

15a Considerai também como salvação a longanimidade de nosso Senhor.

17 Vós, portanto, bem-amados, sabendo disto com antecedência, precavei-vos, para não suceder que, levados pelo engano destes ímpios, percais a própria firmeza.

18 Antes procurai crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e salvador Jesus Cristo.

A ele seja dada a glória, desde agora, até ao dia da eternidade. Amém.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus

 



Salmo Responsorial

Sl 89(90),2.3-4.10.14.16 (R. 1)

 

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!

2 Já bem antes que as montanhas fossem feitas † ou a terra e o mundo se formassem, * desde sempre e para sempre vós sois Deus.

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!

3 Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, * quando dizeis: "Voltai ao pó, filhos de Adão!" 4 Pois mil anos para vós são como ontem, * qual vigília de uma noite que passou.

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!

10 Pode durar setenta anos nossa vida, * os mais fortes talvez cheguem a oitenta; a maior parte é ilusão e sofrimento: * passam depressa e também nós assim passamos.

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!

14 Saciai-nos de manhã com vosso amor, * e exultaremos de alegria todo o dia! 16 Manifestai a vossa obra a vossos servos, * e a seus filhos revelai a vossa glória!

R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!



Evangelho

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 12,13-17

 

Naquele tempo, 13 as autoridades mandaram alguns fariseus e alguns partidários de Herodes, para apanharem Jesus em alguma palavra.

14 Quando chegaram, disseram a Jesus: "Mestre, sabemos que tu és verdadeiro, e não dás preferência a ninguém. Com efeito, tu não olhas para as aparências do homem, mas ensinas, com verdade, o caminho de Deus. Dize-nos: É lícito ou não pagar o imposto a César? Devemos pagar ou não?" 15 Jesus percebeu a hipocrisia deles, e respondeu: "Por que me tentais? Trazei-me uma moeda para que eu a veja".

16 Eles levaram a moeda, e Jesus perguntou: "De quem é a figura e a inscrição que estão nessa moeda?" Eles responderam: "De César".

17 Então Jesus disse: "Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus". E eles ficaram admirados com Jesus.

- Palavra da Salvação.

- Grlória a Vós Senhor

DomSegTerQuaQuiSexSab
30
1
2
3456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes