100 dias, perto de quem sofre

100 dias, perto de quem sofre
Fonte: VATICANO

100 dias, perto de quem sofre

Não somos neutros. Estamos ao lado dos muitos palestinos que morreram sob os escombros de Gaza, 10.000 deles crianças. Estamos do lado dos inocentes mortos nos kibutzim em 7 de outubro e dos reféns israelenses. Estamos, com plena convicção, de um lado, o das vítimas e sofredores.

Andrea Tornielli

Recordar o tempo que se passou de uma tragédia é muito triste. Lembrar-se quando a tragédia ainda está ocorrendo é terrível.

Desde 7 de outubro, 136 homens, mulheres e crianças são mantidos como reféns pelo Hamas nos túneis sob Gaza. Não se sabe nada sobre eles e suas condições. Publicamos hoje uma comovente contribuição de Rachel Goldberg Polin, cheia de dor, mas também de amor. De seu filho Hersh, 23 anos, nada se sabe desde aquela trágica manhã, exceto que ele pode ter perdido um braço.

Ouça e compartilhe

Estamos próximos de Rachel, não apenas por seu digno sofrimento, mas, acima de tudo, pelo que ela diz e escreve. Por sua corajosa percepção de que há mães como ela que também sofrem do outro lado do muro. E muitas choram pelos filhos que perderam. Sua voz corajosa, em um contexto em que a raiva e a vingança prevalecem, corre o risco de parecer solitária. Mas não é assim. Somente com o reconhecimento da dor alheia, bem como da própria dor, é que a pacificação e o perdão podem crescer.

As palavras de Rachel também são nossas. São as do Papa Francisco, que nos convida a uma "equiproximidade". A proximidade com aqueles que sofrem, com aqueles que morrem, com aqueles que ficam sem nada. Essa proximidade com o sofrimento de ambos os lados é frequentemente interpretada como equidistância. Não somos neutros nessa guerra. Estamos, com plena convicção, estamos de um lado, o das vítimas, dos sofredores.  Estamos do lado dos 22.000 mortos sob os escombros de Gaza, das 10.000 crianças mortas. Estamos do lado dos inocentes barbaramente assassinados nos kibutzim em 7 de outubro. Porque o sacrifício de cada vida é uma ferida que não se pode colmar. Rachel entendeu isso. E nós com ela.

DomSegTerQuaQuiSexSab
26
27
28
29
30
31
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19202122
23242526272829
30123456
DomSegTerQuaQuiSexSab
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes