Francisco promove a paz e a justiça em Verona

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Francisco promove a paz e a justiça em Verona
Francisco promove a paz e a justiça em Verona
Fonte: SANTUÁRIO APARECIDA

Neste sábado (18), em sua visita pastoral à cidade italiana de Verona, o Papa Francisco realizou uma roda de conversas com a consciência de que a paz deve ser promovida, preparada, cuidada, vivenciada e organizada. Francisco aprofundou estes temas através do diálogo com alguns participantes.

O momento mais emocionante do evento foi quando o israelense Maoz Inon e o palestino Aziz Sarah, familiares de vítimas do conflito no Oriente Médio, falaram e depois de se abraçarem, abraçaram o Papa Francisco, fazendo com que os presentes se levantassem e aplaudissem.

“É uma grande honra estar aqui, você é um líder da paz, estamos aqui com 12 mil construtores da paz, trazemos-lhe um testemunho de paz da Terra Santa”, disse Maoz.

Vatican Media
Vatican Media


Após os aplausos, o
Papa Francisco tomou a palavra e comentou de improviso o momento que acabou de viver. “O sofrimento destes dois irmãos é o sofrimento de dois povos. Nada pode ser dito, nada pode ser dito... Eles tiveram a coragem de se abraçar, e isso não é apenas coragem e testemunho de querer a paz, mas também um projeto para o futuro. Por favor, vamos fazer um pequeno espaço de silêncio, para ouvir. E olhando para o abraço dos dois, cada um de coração reze ao Senhor pela paz e tome a decisão interior de fazer algo para acabar com as guerras".

Como viver a conversão de perspectiva para a paz?

Francisco destacou que o exemplo de Jesus chama os pequenos e os excluídos e os coloca no centro, tumultuando as hierarquias convencionais e isso deve ser a nossa inspiração. Ponderando em seguida: Caminhar com eles nos obriga a mudar de passo, a rever o que carregamos em nossa mochila, a nos livrarmos de muitos pesos e lastros e a abrir espaço para coisas novas. Portanto, é importante vivenciar tudo isso não como uma perda, mas como um enriquecimento, uma poda sábia, que remove o que não tem vida e aprimora o que é promissor”.

Vatican Media
Vatican Media


Caminhar junto com os jovens

O Santo Padre destacou que o objetivo deve ser o desenvolvimento integral dos jovens centralizando sempre o ponto de que a dimensão comunitária é decisiva. “É uma tarefa que diz respeito a adultos e jovens juntos. A fecundidade e o caráter profético desse trabalho dependem precisamente da capacidade de passar de fazer algo pelos jovens para caminhar junto com os jovens”.

O Papa diz que a mudança é possível, mas exige que se refaçam os laços que se desgastaram e que se recupere uma confiança saudável nas possibilidades que temos. Esse é um desafio para todos os educadores.


Vatican Media
Vatican Media


Abrir espaço para a ação de Deus

A pergunta proposta pelos participantes do encontro foi: Como encontrar “tempo” para construir relações de justiça entre todos, sobretudo nestes tempos marcados pela velocidade e pelo imediatismo?

Francisco recordou que embora tenhamos todo o necessário para agir rapidamente com a revolução digital e por isso deveríamos ter mais tempo à nossa disposição, pois descobrimos que estamos sempre correndo, perseguindo a urgência de última hora.

Às vezes é necessário saber como desacelerar a corrida, não se deixar dominar pelas atividades e abrir espaço dentro de nós para a ação de Deus. Desacelerar pode soar como uma palavra deslocada, mas na realidade é um convite para recalibrar nossas expectativas e ações, adotando um horizonte mais profundo e mais amplo.

Como viver com as dificuldades em dialogar?

Francisco logo esclareceu que se há um dinamismo positivo na sociedade, então também há conflitos e tensões. É um fato: a ausência de conflitualidade não significa que há paz, mas que alguém deixou de viver, pensar e se dedicar àquilo em que acredita. Explicando que temos que aprender a viver esta tensão, ela não deve ser removida, ignorada, escondida ou marginalizada. Nem mesmo fazendo com que um dos polos prevaleça. Tudo isso pode levar a injustiças e até gestos violentos.

“O primeiro passo para uma convivência saudável com tensões e conflitos é reconhecer que fazem parte de nossa vida, são fisiológicos, quando não ultrapassam o limite da violência. Deixemo-nos desafiar pelo conflito, deixemo-nos provocar pelas tensões”.

Fonte: Vatican News

DomSegTerQuaQuiSexSab
30
1
2
3456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4

Livros Recentes