Apelo do Papa: diante do presépio, peçamos a Jesus pela paz

  • Home
  • -
  • Notícias
  • -
  • Apelo do Papa: diante do presépio, peçamos a Jesus pela paz
Apelo do Papa: diante do presépio, peçamos a Jesus pela paz
Fonte: VATICANO

Apelo do Papa: diante do presépio, peçamos a Jesus pela paz

No final da Audiência Geral, Francisco novamente expressou sua dor diante dos conflitos mundiais, os quais "são sempre uma derrota", e recordou as crianças vítimas da guerra. O Papa também manifestou sua proximidade com as vítimas do terremoto na China e da explosão na Guiné.

Thulio Fonseca - Vatican News

Ao término da Audiência Geral desta quarta-feira (20/12), realizada na Sala Paulo VI, no Vaticano, e dedicada à preparação para o Natal iminente, o pensamento do Santo Padre voltou-se para diversas realidades. O Papa expressou pesar pela Terra Santa e pela "martirizada" Ucrânia, preocupação com as crianças vítimas da guerra, e também manifestou proximidade com as famílias que sofrem com o terremoto no nordeste da China e com a explosão em Conacri, na Guiné.

Ouça com a voz do Papa e compartilhe

O mal da guerra

Francisco, como tem feito em tantas outras ocasiões, recordou que os únicos que ganham com os conflitos são os fabricantes de armas. O Papa afirmou pensar na Palestina, em Israel, e na Ucrânia, e sublinhou: “a guerra está destruindo toda esperança para o futuro”. 

“Não nos esqueçamos das pessoas e dos povos que sofrem o mal da guerra. As guerras são sempre uma derrota, não nos esqueçamos disso. Uma derrota.”

Oração pela paz diante do presépio

O Pontífice, ao fazer memória das "crianças vítimas da guerra", convidou os fiéis a fazerem uma oração neste Natal diante do presépio, e completou: "Peçamos a Jesus pela paz, Ele é o príncipe da paz". 

"Nestes dias, veremos Deus deitado em uma manjedoura: é a mais forte mensagem de Paz para a vida de cada um de nós e para o mundo de hoje", disse também o Papa em sua saudação aos peregrinos de língua portuguesa.

O terremoto na China 

O olhar de Francisco voltou-se então para a China, onde na última segunda-feira, 18 de dezembro, um violento terremoto de magnitude 6,2 atingiu as cidades chinesas de Gansu e Quinghai, no nordeste do país. O número de mortos continua aumentando, já são quase 200 pessoas mortas e cerca de 500 feridas. Francisco disse estar "próximo com afeto e oração" das populações que estão sofrendo: "Encorajo os serviços de socorro e invoco sobre todos a bênção do Todo-Poderoso para que possa trazer conforto e alívio para a dor."

Explosão na Guiné

Com igual preocupação, Francisco expressou sua proximidade às famílias dos mortos e feridos na explosão ocorrida em Conacri, capital da Guiné, onde oito pessoas morreram e 84 ficaram feridas na madrugada de segunda-feira, quando o principal terminal de petróleo da África Ocidental explodiu: "Expresso minha proximidade às famílias dos falecidos e dos feridos. Deus os ampare e eu lhes dê esperança", disse o Papa.

Mediterranea Saving Humans

Já sua saudação em italiano, o Papa se dirigiu ao grupo Mediterranea Saving Humans, uma associação de promoção social criada para testemunhar e denunciar o que está acontecendo no Mediterrâneo e que atua no Mare Nostrum para resgatar migrantes no mar. Essa associacao, disse o Papa, "vai ao mar para salvar as pessoas pobres que fogem da escravidão na África. Eles fazem um bom trabalho, salvam muitas pessoas".

DomSegTerQuaQuiSexSab
30
1
2
3456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
DomSegTerQuaQuiSexSab
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293012345
DomSegTerQuaQuiSexSab
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
DomSegTerQuaQuiSexSab
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
1
2
3
4